Fé verdadeira

Inúmeras pessoas, neste mundo, seguem uma religião, mas os crentes autênticos são raros. Ainda que alguém se considere uma pessoa religi­osa, não o será de fato se as suas idéias não forem objetivamente comprovadas pelos demais.

De que modo, então, se adquire a verdadeira fé? Em primeiro lugar é preciso ter credibilidade, isto é, tornar-se uma pessoa da mais absoluta con­fiança demonstrada pela ausência total de fal­si­dade tanto nos atos, quanto nas palavras.

O que é preciso fazer, para se chegar a esse nível?

Acima de tudo, não mentir e depois colocar, em primeiro lugar, os interesses do próximo, re­legando a um plano secundário as necessidades pessoais.

Agindo assim, isto é, visando ao bem do outro, todos vão perceber a lealdade de intenções, bem como constatarão a existência de um sentimento de amizade desinte­ressada naqueles que professam uma religião. Sentirão também uma agradável sensação de bem-estar todas as vezes que entrarem em contato com pessoas de verdadeira fé e desejarão compartilhar sua presença. Quando um religioso age dessa forma, torna-se uma pessoa benquista e respeitada por todos.

 

Meishu Sama – Evangelho do Céu – vol. I – Iniciação, pp. 40-41 – Lux Oriens Editora

Similar Posts